Diário de um Louco

Espetáculo solo do ator André Morais expõe as confidências de um homem comum que encontra na loucura a tentativa de superar sua medíocre existência.

“É verdade que de algum tempo para cá eu tenho ouvido e visto coisas que nunca ninguém ouviu nem viu.”, expõe o personagem-narrador no monólogo Diário de um Louco do escritor russo Nicolai Gogol. O personagem é vivido pelo ator paraibano André Morais, que divide com Jorge Bweres a direção do espetáculo, numa realização do Grupo de Teatro Lavoura. A peça que está há sete anos em atividades, se apresentou por mais de 50 cidades, percorrendo todas as regiões do pais e arrebatou os prêmios de Melhor Espetáculo, Melhor Ator e Melhor Música no Festival de Teatro de Guaramiranga no Ceará e no Festival Nacional de Teatro no Espírito Santo.

Breve sinopse

Baseado no conto russo do escritor Nicolai Gogol, o espetáculo conta as desventuras de um funcionário público desesperado de paixão pela filha do chefe que cria que para si um trono e uma coroa na tentativa de superar a medíocre existência. Toda a peça é narrada por esse personagem, que em nossa montagem é anônimo. Os questionamentos sobre a burocracia, o funcionalismo público e o poder, vistos pela ótica do mais frágil, o que ambiciona tanto ser alguém, e assim conquistar Sophie, a filha do seu chefe, que seria o símbolo de sua felicidade e sucesso social. Com a decepção de ser visto ridiculamente por sua amada, ele embarca em uma realidade paralela e a partir de uma nota de jornal acredita ser o novo Rei da Espanha. Ele governa o país, manda e desmanda em seus súditos, acredita conquistar o mais breve Sophie e ter assim o que tanto almeja. Só que em verdade ele foi internado em um hospício, seus súditos são internos e ele sofre fortes torturas e humilhações. No fim, sua única saída é refugiar-se na loucura.

O que já se disse:

“Na montagem há duas coisas fundamentais: a correspondência orgânica entre os vários elementos da cena e a atuação comovente do intérprete. O diretor Jorge Bweres encontra a medida exata entre o rigor formal e delicadeza. Faz acontecer um diálogo fluente entre as narrativas muito próprias da cenografia, da iluminação e da instigante trilha sonora. Explorador dessa arquitetura, André Morais tira do texto de Gogól, com empenho raro, acordes de amor e calado desespero”. Kil Abreu, mestre em artes, crítico-colaborador da revista Bravo!, jurado dos prêmios Shell e APCA de teatro.

André e Jorge conseguem conduzir o público a um universo cheio de estranhezas e familiaridades. O Diário nos obriga a olhar para dentro, a despistar nossas vistas daquilo que não queremos assumir ou reconhecer em nós mesmos. Trata-te de um teatro pulsante, vivo, visceral e reconfortante. Essa é uma daquelas peças que acontecem de tempos em tempos para recuperar nossa fé na arte.”. Léo Nolasco, doutorando em dramaturgia teatral, ator e professor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

“Ver o André em cena é vê-lo em sua casa.  A tranqüilidade em cena esconde sua juventude, representando este Gogol com toda a dignidade que o texto exige, responsabilidade também dividida pela mão cuidadosa da direção de Jorge Bweres. O palco gosta de André, e assim fica impossível não gostarmos também”. Fernando Yamamoto, diretor do grupo de teatro Clowns de Shakespeare.

“É um belíssimo espetáculo, essencialmente humanista, em que o ator se revela completamente. E é uma dor de todos nós, funcionários públicos. É também fisiológico porque o ator saliva e encara o público numa cumplicidade, repartidos no mesmo sentimento, o drama de sermos/vivermos equilibrados ou não na corda bamba da existência”. Regina Castro, Professora de Arte Educação.

“O Diário de um Louco é um espetáculo instigante, limpo, com uma montagem inteligente e uma interpretação muito criativa, capaz de prender o espectador em clima poético que sublinha a criação dramática”. Altimar Pimentel, dramaturgo.

Ficha Técnica

Solo de André Morais

Baseado no conto de Nicolai Gogol

 Direção: Jorge Bweres e André Morais

Música: Marcílio Onofre, Samuel Correia e Wilson Guerreiro

Cenário: André Morais

Iluminação: Jorge Bweres

Figurino: Suzy Torres e Graça Morais

Operação de som: Tina Medeiros / Roberta Alves

Uma realização: Teatro Lavoura

8 Respostas para “Diário de um Louco”

  1. Carlos Cartaxo 14 de junho de 2011 às 15:21 #

    A página está ótima. É belo ver um grupo de estruturando e marcando época. Parabéns!

    Curtir

  2. Paulo Vieira 27 de junho de 2011 às 13:42 #

    Beleza, Bweres. O Diário é realmente um espetáculo de muita qualidade, cuidadoso, e, sobretudo, com um ator de encher os olhos. Parabéns ao grupo. Longa vida. Bons espetáculos. Todos precisamos disto.

    Curtir

  3. Val Velloso 3 de julho de 2011 às 23:12 #

    André e Jorge, parabéns a vocês e a todos os que fazem o LAVOURA! O trabalho é muito bom, a dedicação e empenho são fantásticos! Os frutos são extraordinários!
    O site está lindo!
    Estou agora escutando as músicas do Bruta Flor, uma beleza e riqueza!!!
    Bjs,
    Val Velloso

    Curtir

  4. Michelle Maria 16 de agosto de 2011 às 23:40 #

    Puxa. Estava eu, procurando grupos de teatro para add e encontro vcs. Entro no antigo blog e leio a ultima nota. Se eu disser que eu li exatamente a historia do me grupo no ano de 2010 vcs acreditam?
    Bom, na identificação passei a conhecer o trabalho de vcs. Adorei!
    Como faço para receber programação? Vcs dão oficinas?´Sou da Cia. Teatral ”Ainda sem Nome” de Ribeirao Preto, temos um espaço cultural aqui.
    Prazer em conhce-los.
    E sigam a luta!

    Curtir

  5. Buda Lira 29 de agosto de 2011 às 15:50 #

    Vi ontem Bruta Flor, no Santa Roza. Trabalho cuidadoso da equipe e um ator talentoso. Um grupo exemplar!

    Vida longa ao núcleo Lavoura!!!

    Abs.,

    Buda.

    Curtir

Deixe uma resposta para Paulo Vieira Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: